Blogagem coletiva - Suas atitudes e você.

Nos dias atuais é mais do que "normal" sair publicando sobre a vida, é como que se você não publicasse aquilo não teria o mesmo efeito. Mas será? Será que existe necessidade de escrever TUDO que se passa em sua vida? Sei que é legal ter um Twitter bem atualizado, um Facebook organizado, mas será que você realmente precisa dizer que vai para tal festa, tal hora, com tal pessoa? Será que as outras pessoas estão interessadas em saber? Será que você não pode ficar sem compartilhar aquela tirinha de memes super engraçada? Imagina se uma pessoa te conta uma piada super legal, agora imagina que todos os seus amigos te contando a mesma piada a cada 3 minutos? Chato né? O Facebook é isso. Deixe para usar sua teclinha de compartilhar para coisas úteis/interessantes, uma coisa que você saiba que poucas pessoas vão compartilhar, mas muitas irão gostar. No Twitter é a mesma coisa, 140 caracteres é o suficiente para vocês dizer que aquele filme foi super legal ou o que você achou da nova música de tal cantor, não tem necessidade de sair dando RT em tudo sobre aquele assunto, RT é legal,  mas tem que ser usado na hora certa, outra coisa é quem retwetta(olha o RT aí de novo) tudo que o ídolo posta, ou todos os elogios que recebe.  A dica aqui é: Pense duas vezes antes de publicar algo, pense nas pessoas que você tem adicionada, você falaria isso com ela pessoalmente?  E o Twitter? São pessoas que a maioria você nem conhece. Moderação e bom senso, é tudo que precisamos para uma internet mais civilizada.

Mas não é só Twitter e Facebook que expõe, temos também os blogs (minha paixão), e uma coisa que me irrita bastante são as briguinhas na blogsfera, um blog não pode fazer "mais sucesso" que outro que já começa a implicância, para vocês um recado: parem com isso. Isso é ridículo, como dizem, essas pessoas que xingam pela internet, não tem coragem de falar na cara, pra que isso? Penso assim, que essas pessoas que fazem isso, são frustradas na vida real, e fazem isso para chamar atenção. 

Uma dica: mude o foco para você, esquece aquela pessoa que você faz questão de criticar, colocar apelidos, e se olhe, olhe você como se fosse uma pessoa de fora, como você se enxerga? Mude, seja uma pessoa que seja merecedora de admiração e não uma pessoa mesquinha e invejosa, seja uma pessoa melhor, uma pessoa que você espera encontrar em outra, mas ainda não entendeu que vive dentro de você.



Esse texto faz parte da blogagem coletiva promovida no Depois dos Quinze



Leave A Comment

Tecnologia do Blogger.